Segurança em Buenos Aires

Buenos Aires, em comparação a outras capitais de seu porte na América do Sul, é ainda uma cidade segura. Pode-se disfrutar de longos passeios por suas ruas e avenidas tanto de dia como de noite, utilizar o transporte público em qualquer horário, a vía pública e as praças são bem iluminadas e há bares, restaurantes e comércios abertos até tarde com muito público local e turistas.

Bairros como Retiro (Plaza San Martín), Recoleta, Palermo e Belgrano (Las Cañitas e La Imprenta) são considerados zonas residenciais e seguras, muito povoadas, com muito movimento durante o día e com uma agitada vida noturna.

Apesar disso, recordamos a nossos hóspedes que o turista é sempre um alvo fácil para furtos e por tal motivo, devem estar alerta a algumas regras básicas de segurança ao visitar nossa cidade:
  • Saia sempre com pouco dinheiro, jóias e documentos. A maioria dos bares, restaurantes e lojas aceita cartões de crédito. Não saia com o passaporte. Evite utilizar jóias e relógios ostensivos
  • Se por algum motivo fôr preciso sair com muito dinheiro, deixe-o separado do dinheiro que utilizará para os gastos de rotina
  • Mantenha bolsas e mochilas en lugares seguros. Ao sentar-se em um bar, restaurante, ônibus ou metrô, não os deixe no assento ao lado ou pendurado no respaldo de seu assento
  • Evite demoras ao entrar no seu edifício. Separe as chaves antes de chegar à porta, olhe ao redor antes de abrí-la e não o faça se desconfiar que o seguem
  • Olhe sempre pelo olho-mágico da porta antes de sair ou antes de abrí-la para que alguém entre
  • Não escreva nomes, endereços ou números de telefones no jogo de chaves do seu apartamento. Em caso de perda, alguém poderia localizá-lo e entrar.
  • Deixe um cartão de Buenos Aires Home & Business junto a seus documentos para que possam nos contatar em caso de furto ou perda
  • Feche sempre portas e janelas do apartmento ao sair mesmo que seja por pouco tempo
  • Utilize sempre o cofre do apartamento para guardar jóias, dinheiro e documentos
  • Evite passear durante a noite por ruas vazias ou escuras
  • Sempre que seja possível, utilize o serviço de rádio táxi ao invés de tomar um táxi na rua. Ambos cobram a mesma tarifa e o radio táxi é mais seguro.
  • Antes de tomar um táxi, verifique se leva consigo dinheiro trocado. Evite mostrar bilhetes superiores a $ 20 nos transportes públicos.
  • Não aceite trocar dinheiro na rua. Faça-o sempre em casas de câmbio autorizadas ou em bancos
Se lamentablemente lhe ocorrese algum inconveniente estando em Buenos Aires, por favor recorra aos seguintes lugares:

  • Defensoría del Turista: por abuso ou discriminação. Telefone: 4302 7816, endereço: Av. Pedro de Mendoza 1835 (Museo de Bellas Artes "Benito Quinquela Martín"), La Boca; e-mail turista@defensoria.org.ar . Horário: segunda-feira a domingo de 10 a 18 horas.
  • Comisaría del Turista: por denúncias de delitos, roubos, furtos, extravios, desencontros, assistência em procedimentos especiais frente a embaixadas ou consulados. Conta com intérpretes em inglês, italiano, francês, português, ucraniano e japonês. Endereço: Av. Corrientes 436, telefone: 0800 999 5000 / 4346 5748; mail: turista@policiafederal.gov.ar
Tomando as devidas precauções comuns em qualquier viagem, estamos seguros de que disfrutarão de nossa cidade sem inconvenientes!